sobre

100 anos da Gripe Espanhola
Imagine o mundo sem vacinas

A Gripe Espanhola de 1918 foi uma das mais letais pandemias da nossa história. Estima-se que entre 50 e 100 milhões de pessoas morreram de influenza, nos dois anos da epidemia.

A gravidade dessa pandemia pode ser explicada pela falta de vacina e pela ausência de imunidade contra a forma mutante do vírus da influenza. Além disso, a população estava com a saúde debilitada em função da I Guerra Mundial (1914-1918), favorecendo o desenvolvimento de doenças.

Neste 2018, a grande pandemia faz cem anos. O que aprendemos sobre como nos proteger dos agentes infecciosos?