Saiba Mais

Mitos e verdades sobre vacinação

13 questões para você avaliar riscos e benefícios das vacinas

1. Vacinas causam autismo. Mito ou verdade?

MITO. Na origem do mito, está um estudo publicado em 1998, fraudulento, escrito por um médico da Grã Bretanha a serviço de advogados interessados em conseguir indenizações milionárias de laboratórios farmacêuticos. O médico perdeu a licença para clinicar. Não há nada que mostre relação entre vacinas e autismo.

2. O mercúrio presente nas vacinas faz mal a saúde. Mito ou verdade?

MITO. Não há risco para a saúde. O mercúrio é conservante muito utilizado nas vacinas para evitar que fungos ou bactérias a contaminem, em caso de algum acidente. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o uso do mercúrio em vacinas, com base em estudos que concluíram que o conservante não contamina crianças ou adultos.

3. Excesso de vacina pode enfraquecer o sistema imunológico. Mito ou verdade?

MITO. A segurança da aplicação simultânea de vacinas ou do uso de vacinas combinadas (contra mais de uma doença) é comprovada cientificamente. Cada vacina provoca uma resposta imunológica diferente, específica para a doença-alvo; assim, nenhuma “sobrecarga” se desencadearia no sistema imunológico.

4. Mulheres grávidas podem ser vacinadas. Mito ou verdade?

DEPENDE. Grávidas podem tomar a maior parte das vacinas, como a contra a gripe, hepatite B, pneumonia, tétano, todas produzidas a partir de virus ou bactérias inativados. Imunizações que usam virus vivos atenuados – caso de vacinas como a da catapora, sarampo, febre amarela, podem sim ser contrainidicadas. Se você está grávida, consulte um médico para saber se cada vacina é ou não segura para você.

5. Vacina pode ter efeitos colaterais. Mito ou verdade?

VERDADE. Toda vacina pode provocar efeitos colaterais – como dor no braço, vermelhidão e inchaço, no lugar onde foi aplicada. Também podem ocorrer febre ou mal-estar passageiro. Diante de qualquer sintoma anormal, procure um médico.

6. Vacina da gripe causa gripe. Mito ou verdade?

MITO. A vacina da gripe contém algumas das proteínas do vírus influenza – o que pode ocasionar em quem tomou alguns sintomas semelhantes ao da doença. Mas não a doença.

7. Pessoas alérgicas a ovo não devem tomar vacina contra gripe. Mito ouverdade?

VERDADE. No processo de produção das vacinas contra a gripe existe uma etapa em que os vírus crescem em ovos com embriões de galinhas, o que pode levar partes das proteínas dos ovos para a vacina. Isto pode desencadear alergias em pessoas susceptíveis. Mesmo assim, em casos de pessoas muito vulneráveis à gripe, o médico pode indicar a vacinação mesmo com risco de alergia. Nesses casos, a vacinação deve ser feita por um centro de saúde especializado.

8. Não há necessidade de tomar vacina para uma doença já erradicada. Mito ou verdade?

MITO. Enquanto o vírus de alguma doença erradicada, por exemplo, no Brasil, continuar circulando pelo mundo, haverá necessidade de vacinação para garantir que o virus não volte a se manifestar.

9. Vacina aplicada em clínicas particulares é mais segura do que as fornecidas em postos de saúde públicos. Mito ou verdade?

MITO. Boa parte das vacinas aplicadas em clínicas privadas é dos mesmos fornecedores do SUS (Sistema Único de Saúde), portanto em ambos os ambientes elas são seguras.

10. Não há necessidade de tomar as doses de reforço de vacinas. Mito ou verdade?

MITO. A dose de reforço é sim necessária, pois são complementares para garantir que a pessoa fique protegida pelo tempo estimado.

11. Bebê prematuro não pode tomar vacina. Mito ou verdade?

MITO. Bebês prematuros devem tomar vacinas, pois são considerados um grupo de altíssimo risco em relação a infecções. As vacinas devem ser administradas ainda no hospital, caso o bebê esteja internado.

12. Não vacinar fortalece o sistema imune. Mito ou verdade?

MITO. Esse tipo de afirmação não procede, embora cada pessoa possa ter uma resposta imunológica diferente a cada vacina. Sem elas, a pessoa fica mais vulnerável a adquirir diferentes doenças.

13. Adultos não precisam tomar vacinas. Mito ou verdade?

MITO. Adultos têm de tomar as vacinas indicadas para sua faixa etária. Exemplos são a vacina de tétano para quem corre risco de contaminação no trabalho, da hepatite B para profissionais de saúde, de gripe para idosos e de febre amarela onde a doença foi registrada, entre outras.